Notícia & Eventos

Inscreva-se no webinar da TAPPI em 27 de outubro de 2022

Temos o prazer de convidá-lo para o webinar da TAPPI que patrocinamos na quinta-feira, 27 de outubro, às 11 horas (ET). O tópico é a sempre interessante Data-Driven Decision Making with Process Analytics – Making sense of big data in the pulp and paper industry, apresentada pelo Dr Peter Hart da WestRock. O webinar é apresentado por um de nossos especialistas em Wedge, Leigh Kinne.

O evento é gratuito e não requer a filiação à TAPPI; é necessário o registro.

Registre-se agora >>

Glencore Nikkelverk seleciona o Wedge da Trimble para análise de dados industriais

A Glencore Nikkelverk, uma das maiores refinarias de níquel do mundo ocidental, selecionou o sistema analítico de dados industriais Wedge da Trimble para melhorar o desempenho dos processos de sua planta industrial. 

“A refinaria Nikkelverk tem um alto nível de automação e um moderno sistema de informação de processos e estamos continuamente gerando muitos dados valiosos de processos.  A integração da Wedge aos sistemas de nossa planta abre uma nova era de otimização de processos, solução de problemas e desenvolvimento. Isto certamente representa um grande exemplo de nossos esforços contínuos de digitalização“, disse Kai Johansen, Chief Information Officer da Glencore Nikkelverk.

O Wedge é um poderoso software de mineração de dados que fornece aos usuários ferramentas para visualizar dados de processo e de qualidade, limpar os dados, compensar atrasos de processo, analisar dados e diagnosticar dependências e causas-raiz. O Wedge pode ser amplamente utilizado em plantas industriais, por gerentes de instalações até operadores de processo.

O sistema Wedge tem muito potencial para melhorar o desempenho de nossa planta, tornando o trabalho analítico mais fácil. Ele também permite um nível completamente diferente de utilização dos dados do processo com os recursos atuais. Um dos ganhos que esperamos com isso é a diminuição do uso de produtos químicos por tonelada de Níquel produzida, o que é bom tanto para nossa economia quanto para nossa pegada ambiental“, disse Eirik Djuve, Especialista em Processos Metalúrgicos, Glencore Nikkelverk.

Com clientes em mais de 20 países, a Glencore Nikkelverk é a primeira a implementar a solução Wedge da Trimble para uso na Noruega.

As revoluções industriais que mudam o jogo… geralmente morrem lentamente

Já lhe foi dito que num futuro próximo haverá um sistema que revolucionará os processos indústriais? Indicando que as coisas evoluirão dramática e rapidamente para o próximo nível de desempenho?

Sim.

Mas quando olhamos para trás na história do desenvolvimento industrial numa perspectiva de longo prazo, o progresso não é uma série de saltos repentinos.

Dê passos firmes em direção a melhores processos

É claro que, às vezes, as mudanças podem acontecer rapidamente. Normalmente como consequência de uma catástrofe ou distração brutal que leva a uma queda de desempenho e caos a curto prazo. Esses eventos indesejados podem acelerar o desenvolvimento, pois as mudanças se tornam necessárias para a sobrevivência.

Mas você não quer esperar por uma catástrofe para forçá-lo a mudar, não é mesmo?

A maneira sustentável de se desenvolver é fazer as coisas um pouco melhor, a cada dia. Neste método mais sutil, você não necessariamente verá resultados notáveis em um dia ou uma semana, mas você pode fazer uma grande diferença em um ou dois anos. É um equívoco comum sobrestimar o impacto da mudança a curto prazo e subestimar o valor de um desenvolvimento mais lento e a longo prazo.

Exemplos de revolução industrial no controle de processos

Um dos primeiros avanços para o controle de processos foram as válvulas de controle de água no século III a.C. O controle PID (proporcional-integral-derivativo) foi desenvolvido nos anos 1910, e os computadores começaram a controlar os processos industriais nos anos 70. Hoje, ainda usamos válvulas, controladores PID e computadores, e o mercado de controle de processos continua a crescer.

Junto com o controle de processos e o desenvolvimento de automação, a análise de processos também está evoluindo como parte da melhoria contínua de desempenho. Cada vez mais dados são analisados mais rápido do que nunca, e a análise de dados também é cada vez mais automática. No entanto, existem princípios que permanecem os mesmos por décadas, séculos, ou mesmo milênios.

Outro grande exemplo de revolução lenta é a enorme melhoria da eficiência energética na indústria de processo que ocorreu na Europa nos últimos 40 anos. Muito pouco aconteceu da noite para o dia, mas muito a longo prazo, quase sem ser notado. 

Cada passo para um melhor desempenho é importante, basta dar os passos necessários.

 


Contact Wedge data analysis expertsQuer saber Mais?

Nosso Time tem vários especialistas em análises de dados e prontos para ajudar. Leia mais sobre,  Wedge para análise de dados industriais.

Encontre-nos na AVEVA PI World em Amsterdã

Gostaríamos de dar-lhes as boas-vindas a AVEVA PI World em Amsterdã, de 16 a 19 de maio de 2022.

AVEVA PI World oferece uma grande oportunidade para trabalhar em rede e aprender com as extensas comunidades do Sistema AVEVA e PI. A AVEVA adquiriu a OSISoft, portanto você pode conhecê-la melhor por esse nome.

No AVEVA PI World você terá uma grande oportunidade de conhecer nossos especialistas em análise de dados industriais Jürgen Missel, Matti Häkkinen, Teemu Möykkylä e Jari Suihkonen para discutir se o Wedge poderia ser o sistema para melhorar seu processo.

Encontre-nos na TAPPICon em Charlotte

A Trimble Wedge está patrocinando o evento TAPPICon, que é um evento presencial para a indústria papeleira. O TAPPICon acontecerá em Charlotte, Carolina do Norte de 30 de abril a 4 de maio de 2022.

Também estamos entusiasmados em anunciar que a WestRock apresentará resultados revisados por pares sobre a Trimble Industrial Data Analytics (Wedge) na TAPPICon de 3 de maio, das 8:00 às 10:00, durante a trilha Paper Fundamentals. A apresentação está sob o título: “Determining Operating Variables Which Impact Internal Fiber Bonding Using Wedge Statistical Analysis Methods“.

Esperamos encontrá-lo na TAPPICon!

Como construir uma cultura baseada em dados em sua fábrica?

Muitas vezes, quando falamos com um cliente em potencial, aprendemos que ele está lutando com o dilema da galinha ou do ovo: se deve investir em ferramentas de dados ou construir primeiro uma cultura voltada para os dados. A linha de pensamento dos clientes muitas vezes é que, sem uma cultura voltada para os dados, qualquer investimento em ferramentas e capacidades é um desperdício. Intuitivamente, o argumento parece correto, mas será que ele resiste ao escrutínio?

Pensamos que cultura e ferramentas são igualmente importantes, e podem e devem progredir simultaneamente. O estudo do Gartner 10 Ways CDOs Can Succeed in Forging a Data-Driven Organization tem uma visão muito semelhante. Ele lista “cultura orientada por dados” e “capacidade analítica avançada” como os dois elementos mais críticos para o sucesso da construção de dados e da equipe analítica. A capacidade analítica avançada pode ser ainda dividida em capacidades e ferramentas de apoio aos funcionários.

Portanto, afirmamos que uma cultura voltada para os dados é uma soma de três coisas:

  1. Tomada de decisões baseada em dados
  2. Empregados com desenvoltura no uso de dados
  3. Soluções que permitem o fácil uso dos dados

A tomada de decisão com base em dados começa no topo

A tomada de decisões baseada em dados é facilmente guiada pelo exemplo: quando você toma decisões, favorece os argumentos baseados em dados. Esta mensagem ecoará rapidamente através da organização e levará a uma situação em que as pessoas têm dados para apoiar suas ideias e solicitações. O objetivo final é naturalmente que as pessoas comecem a utilizar os dados instintivamente ao fazer pequenas decisões de otimização no dia-a-dia.

Ao avaliar os argumentos apoiados em dados, vale a pena lembrar que qualquer coisa pode ser provada por fatos. Quanto mais dados você tem, mais fácil se torna usar mal os dados para servir às conclusões que você quer tirar. Isto destaca a importância de uma mente aberta, transparência e repetitividade na realização de análises. 

Outra palavra de advertência: como líder, não exija provas irrealisticamente detalhadas baseadas em dados de tudo. Se você quiser recusar uma ideia, faça-o, mas não use provas baseadas em dados, que nunca se esgotam, como desculpa para sufocar idéias com as quais você não está entusiasmado. 

É crucial que os funcionários aprendam a “falar dados”.

A  desenvoltura no uso de dados é a capacidade de ler, escrever e comunicar dados em contexto. Isto inclui a compreensão das fontes de dados, métodos e técnicas analíticas aplicadas, bem como a capacidade de descrever o caso de uso, a aplicação, e o valor resultante.

Como promover a desenvoltura no uso de dados, então? Treinamento e ferramentas fáceis de usar ajudam. Às vezes é preciso recrutar novas habilidades. Ainda assim, a curiosidade é o fator de sucesso mais importante, pois pessoas curiosas e criativas tendem a mergulhar nos dados, brincar com eles, falhar, falhar novamente, e finalmente conseguir transformar os dados em informações e ações. Pessoas sem a mentalidade correta nunca se tornarão campeãs de dados, independentemente de quanta desenvoltura elas tenham.

As soluções de dados devem se adequar às suas necessidades

Não se deixe enganar se alguém argumentar que isso pode ser feito em Excel. Você pode ter um mago em sua equipe que pode, mas isso nunca irá escalar e se tornar uma cultura.

As 3 principais coisas que matam a motivação para o uso de dados são: 

  1. Os dados não estão facilmente disponíveis, são armazenados em silos e/ou de baixa qualidade. 
  2. O processamento de dados é lento e incômodo
  3. Não há uma maneira fácil de obter resultados e descobertas significativas a partir dos dados.

Se você está considerando investir em uma nova ferramenta de utilização de dados, pare por um segundo e pense em que tipo de dados você precisa estudar: São dados de eventos ou de séries cronológicas? Como é a qualidade dos dados brutos? Os dados contêm atrasos? Você gostaria de estudar também os dados de perfil? Seu processo é contínuo, um conjunto de lotes, ou um híbrido dos dois? Você quer manter os dados em seus próprios servidores, ou uma solução baseada em nuvem está bem?

Assim que você souber o que deseja analisar, liste as ferramentas disponíveis. Ao revisar as ferramentas, certifique-se de que a nova ferramenta fornece um fluxo de trabalho suave e flexível, interface de usuário intuitiva e visual, e capacidades de análise que vão desde a análise básica até a solução avançada de problemas. E por último, certifique-se de que sua equipe receba um bom treinamento e suporte durante a implementação.

 


Contact Wedge data analysis expertsQuer saber Mais?

Nosso Time tem vários especialistas em análises de dados e prontos para ajudar. Leia mais sobre,  Wedge para análise de dados industriais.

A Pfleiderer expande o uso do Wedge para o site Gütersloh

A Pfleiderer é um fabricante líder de madeira de engenharia de alta qualidade, laminados e sistemas adesivos à base de resina. Com sede em Neumarkt, Alemanha, a Pfleiderer emprega cerca de 2200 pessoas, principalmente em cinco locais na Alemanha e um para sistemas adesivos na Polônia.

A Pfleiderer tem usado o Wedge com muito sucesso em suas instalações em Baruth há anos, e agora o Wedge também é usado nas instalações de Gütersloh. 

O objetivo principal do uso do Wedge é a otimização completa do processo – desde a preparação até o acabamento de materiais à base de madeira de alta qualidade. Além disso, o MFT (material flow tracking) e a análise dos dados de tempo de parada são parte de como o Wedge é usado na Pfleiderer.

A Pfleiderer dá particular importância à sustentabilidade, e o Wedge desempenha seu papel de fornecer rapidamente detecção e solução de problemas. O Wedge é muito fácil de usar e, portanto, acessível a um grande grupo de usuários.

Serão os engenheiros os mamutes de amanhã?

O trabalho sempre mudou. Tivemos revoluções no trabalho desde sociedades de caçadores-coletores até a agricultura, a industrialização e a era da informação. Durante as últimas décadas, o trabalho de informação aumentou drasticamente e continua a crescer. A automação e os algoritmos* já substituíram parte do trabalho de informação que os seres humanos fazem, e este desenvolvimento vai continuar. E isso é simplesmente fantástico!

Mas o que esta tendência significa para os engenheiros? Os engenheiros logo estarão em exposição em caixas de vidro em museus, como os mamutes de amanhã?

A automação é o melhor amigo de um engenheiro

Não há muitos de nós que amamos absolutamente tarefas rotineiras laboriosas e demoradas como digitar, copiar e classificar números em planilhas. Este tipo de trabalho deve ser automatizado sempre que possível. Achamos quase um insulto que os cérebros dos engenheiros sejam usados para fazer trabalhos que a automação poderia fazer. De fato, em muitos casos, tarefas rotineiras podem ser realizadas melhor, mais rapidamente e com maior qualidade quando automatizadas.

Portanto, é um grande alívio para os engenheiros que eles possam se livrar do trabalho repetitivo e utilizar tecnologias avançadas para ajudar e apoiar seu trabalho criativo. 

Criatividade e curiosidade fazem um grande engenheiro

Os engenheiros, no seu melhor, são curiosos e criativos. Eles não precisam de regras detalhadas, definições ou instruções para realizar um trabalho, como faz um computador. Na verdade, a microgestão mata a resolução criativa de problemas e a inovação.

Permitir que a criatividade floresça traz resultados muito melhores e torna possível a criação de algo novo. 

Engenheiros habilidosos se destacam quando algo está acontecendo pela primeira vez, e quando tudo não está indo como o esperado ou planejado. Quando é necessário um verdadeiro trabalho mental.

Solucionadores criativos de problemas são sempre necessários

O tipo de trabalho cerebral que um grande engenheiro faz nunca desaparecerá; pelo contrário, a demanda aumentará. 

Os problemas são recursos renováveis quando o objetivo é um melhor desempenho. Quando a automação e os algoritmos são utilizados e a tecnologia se torna cada vez mais complexa, surgem problemas mais complicados. Isto permite que os engenheiros se concentrem no que eles fazem de melhor: a resolução criativa de problemas.

Portanto, viva a automação, os algoritmos e os engenheiros – nós precisamos de todos vocês! Agora, e para sempre.

 

*Neste artigo, vemos a automação e os algoritmos como um conceito amplo: qualquer tecnologia que realiza um trabalho ou tarefa sem pensamento humano, inteligência ou intervenção física. Pode ser uma fórmula simples em Excel ou um conjunto de regras em software, redes neurais, inteligência artificial, aprendizagem de máquinas, computação quântica, robótica inteligente, etc.

 


Contact Wedge data analysis expertsQuer saber Mais?

Nosso Time tem vários especialistas em análises de dados e prontos para ajudar. Leia mais sobre,  Wedge para análise de dados industriais.

Novo cliente: MM Kotkamills Boards Oy na Finlândia

Temos o prazer de receber a MM Kotkamills Boards Oy, nosso mais novo cliente Wedge. Após uma fase piloto bem sucedida, eles decidiram continuar a melhorar o desempenho da inovadora máquina de placas BM2 com a ajuda do sistema de análise de dados industriais da Trimble, o Wedge.

A ferramenta de análise de dados do processo, Wedge, é uma grande mudança para a MM Kotkamills para uma abordagem mais sistemática a fim de melhorar a consistência da qualidade e a resolução mais rápida de problemas. É fácil de usar, o que permite a um grande grupo de pessoas, desde engenheiros até operadores, utilizar o programa.
Riku Suurnäkki, Diretor de Produção

MM Kotkamills produz produtos ecológicos de madeira, celulose, CTMP, papel kraft saturado e placas de barreira totalmente recicláveis. Na primeira fase, o Wedge será utilizado na produção de papel-cartão. A capacidade anual da máquina de cartão é de 400.000 toneladas de papel-cartão de consumo seguro para alimentos, que podem substituir os plásticos utilizados em embalagens.

Top Fale Conosco